quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Primeiro texto em um mês dedicado ao Rosa.


Eu estou muito feliz de estar escrevendo este post, pois acho o blog da Ana incrível. Assim como ela, eu tenho o sonho de conhecer o mundo, em especial o Japão, pois sou fascinada na cultura e adoro animes. Eu tenho muita coisa para contar, e acredito que se tudo der certo eu vou ter a oportunidade de contar sobre todos os meus sonhos. A Ana é muito legal, espero que desta parceria nasça uma grande amizade, pois eu amo fazer amizades sinceras, e encontrar pessoas que entendam o quanto é difícil, bom, importante e raro produzir conteúdo
Mas eu quero comentar um pouco sobre o Outubro Rosa, que é o mês dedicado a politicas sobre o câncer de mama, e com certeza a Ana apoia a causa, pois multiplicar informação sobre algo tão importante para a saúde da mulher pode salvar vidas. Essa é uma causa de todos. 

Ninguém está livre deste mal. É verdade que existe alguns fatores de tendências, mas seja jovem, velho, homem, mulher, com histórico familiar ou não, você pode ser afetado por está doença! E sim, homens também podem ter câncer de mama, não só as mulheres, elas somente tem uma maior tendência, mas não é uma doença exclusiva, então se liguem homens! 

O que eu quero comentar é sobre o constrangimento e medo que muitas mulheres têm, é bobo, mas existe muito, compreendo porque eu penso o mesmo que muitas. Minha mãe sempre diz que não gosta de ir ao medido, pois ir ao medido é procurar doenças, mas tudo o que ela tem é medo. Eu sempre tento conversar com ela sobre isso, mas pessoas teimosas são piores que crianças, ninguém pode mudar o outro, por mais que tente. 
Todo este medo que homens e mulheres sentem têm que ser trabalhado com muita delicadeza, uma doença tão grave, quando descoberta cedo pode salvar vidas e evitar muita dor. 
Conhecer o próprio corpo pode evitar muito constrangimento e identificar problemas. Para pessoas tímidas, quando têm que se mostrar para desconhecidos, mesmo que médicos e do mesmo gênero, é horrível. Sou muito tímida e tive que passar por momentos assim, pois tenho tendência a nódulos nos seios (que graças a Deus, até o momento, sempre benignos) e adquiri um problema hormonal a pouco tempo. Foi prestar atenção em mim que me fez identificar esses problemas e poder tratar. Alguns exames são constrangedores, não posso mentir dizendo que foi tranquilo, pois foram momentos muito chatos, mas necessários
Cuide de si mesmo, preste atenção nos seus familiares, cobre, se informe, multiplique, seja uma pessoa atuante e cidadã com sua  família e conhecidos. Ontem vi uma senhora confessar a uma enfermeira que a mais de quinze anos não fazia preventivo e outros exames necessários para saber como estava sua saúde, apesar de trabalhar em frente a USB responsável, foi a colega de trabalho que a chamou para ir junto, o que lhe deu coragem, ela foi.  Se tem medo, vocês não precisam passar por estes momentos sozinhos, sempre que eu tenho medo, chamo meu esposo para ir comigo, apoio torna tudo mais fácil, peça apoio mas também apoie. 

Com este texto, quis compartilhar um pouco das minhas experiências, e dizer que sei como algumas pessoas se sentem sobre este tipo de cuidados, e peço que se esforcem um pouco e procurem se informar melhor sobre o assunto. Sei que muitas passam por momentos como os meus, ou tem experiências a compartilhar. Isso é muito importante, poder influenciar a decisão de alguém que pode estar precisando de tratamento. Então, compartilhem suas experiências, seja produzindo conteúdo, nas redes sociais ou nos comentários deste post, porque eu quero saber sobre você que está lendo meu texto. 


Fátima Oliveira